Estudantes apresentam danças regionais na Festa Junina Vereda

No Brasil, o mês de junho pede comidas típicas regionais, doces, brincadeiras e muita música. E, nesse ritmo, a Escola Vereda juntou tudo isso em sua segunda Festa Junina, que aconteceu no último final de semana e contou também com várias atrações para os estudantes, famílias e comunidade.

Foram dois dias de festa e uma programação repleta de apresentações de dança preparadas pelos estudantes do Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio. Entre elas estavam a Catira, o Bumba Meu Boi e as Cantigas de roda, que tiveram suas coreografias criadas a partir do conteúdo pedagógico aplicado ao longo do trimestre, onde foram trabalhadas as características de cada região provenientes das danças.

“Em sala de aula trabalhamos a diversidade do repertório cultural pautado no regionalismo brasileiro, portanto, a dança apresentada é um produto vindo de um processo pedagógico onde as crianças vão vivenciando gestos da perspectiva corporal.”, explica o Professor de Referência em Educação Física da Vereda, Luiz Greco.

Além disso, essas diferentes manifestações culturais são vistas ao longo do trajeto escolar de uma forma interdisciplinar. “No segundo trimestre as danças regionais são trabalhadas não só em Educação Física, mas em outras disciplinas. Por exemplo, em Projetos, os estudantes produziram o boi da dança “Bumba Meu Boi” com recicláveis, e nas aulas de Música, estudaram todos os ritmos.”, conta a Coordenadora do Departamento de Educação Física, Brenda Yanca.

Conheça mais sobre as danças apresentadas pelos estudantes:

Catira

A dança Catira é muito popular no interior dos estados da região Sudeste e faz parte da cultura sertaneja. Os integrantes utilizam uma vestimenta composta por camisas, calças, chapéus, lenços e botinas para marcar a batida dos pés pelo ritmo da música da viola caipira.

Bumba Meu Boi

A famosa dança típica do Norte e do Nordeste foi incluída na lista de Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 2012 e possui denominações diferentes conforme a região.

A dança conta com integrantes que fazem coreografias e uma representação teatral que, dependendo da versão, tem mais ou menos personagens incorporados.

Cantigas de Roda 

As canções de Cantiga de Roda são parte do folclore brasileiro e estão ligadas às brincadeiras de roda, onde um grupo de pessoas dão as mãos e cantam juntas. As letras contam histórias que dizem respeito aos costumes, vocabulário, crenças populares e outras características regionais.

Quadrilha Junina Tradicional

As mais famosas quadrilhas tradicionais estão no Nordeste, porém, também estão presentes no interior paulista, no Paraná e outras regiões também. Na Escola Vereda, durante a Festa Junina, os estudantes do 6º ao 9º ano, e também Ensino Médio, participaram do I Festival de Quadrilhas da Vereda, onde tinham que montar uma coreografia e seguir um regulamento.

De acordo com Luiz Greco, eles se organizaram em grupos, escreveram o roteiro, mixaram as músicas, desenharam as coreografias e ensaiaram para se apresentar para todos os convidados da Festa Junina, além da banca de jurados. “Foi uma proposta de desenvolvimento de protagonismo dos estudantes para essa produção, trazendo-os para um outro viés onde pudessem investigar as práticas corporais da dança.”.

Embora algumas danças tenham maior representatividade em regiões específicas, atualmente podemos encontrar manifestações culturais em todas as partes do Brasil. Na Escola Vereda, os estudos terão continuidade para que o processo de investigação proporcione ainda mais vivências e releituras.



Quer saber mais sobre a Escola Vereda? Venha nos visitar em um dos nossos eventos.