Coordenadores da Vereda participam de curso em Stanford

Para a Vereda é muito importante ter seus pesquisadores e líderes mergulhados em lugares de excelência em educação no Brasil e no mundo, conhecendo e elevando nossas práticas a partir do que há de mais atualizado e efetivo. Por isso, durante uma semana, a Vereda esteve em uma imersão na Universidade de Stanford, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. A Gerente de Conteúdo da Escola Vereda, Carol Rosignoli, e o Coordenador do Ensino Médio, Alexandre Sayão, participaram do iSTEP (International Stanford Teacher Education Program), um dos maiores cursos de formação de professores do mundo e um dos mais renomados dos Estados Unidos.

No curso, a universidade recebe pessoas do mundo todo para trazer uma nova perspectiva ao programa e compará-lo ao que tem sido feito nos outros países. Ao mesmo tempo, compartilha com os participantes um pouco de como Stanford acredita que a formação de professores deva ser, sua base teórica, quais livros utiliza, e quais as últimas pesquisas do mercado e da academia utilizadas por eles.

De acordo com Alexandre Sayão, ao longo da semana, o programa apresentou alguns dos princípios fundamentais de Stanford que norteiam a universidade, entre eles, a conexão entre a teoria e a prática. “Geralmente, a formação de professores é muito teórica e não trabalha com a sala de aula de forma adequada. Em Stanford eles unem essas duas pontas, onde os professores têm, de manhã, a experiência intensiva em sala de aula e, na parte da tarde, têm aula para discutir a prática.”, conta.

Antes de mesmo de ir para a sala de aula, os professores se reúnem com os outros colegas em Stanford para apresentar os planos de aula, receber feedbacks e contribuições. E, depois de aplicar com os estudantes, trazem os resultados para voltar a discutir com os outros professores.



Quer saber mais sobre a Escola Vereda? Venha nos visitar em um dos nossos eventos.